Skip to content

Muito obrigado, agradeço a todos por participarem desta coletiva. Considero, e tenho certeza que vocês e todos na BHP Billiton ficaram profundamente afetados pelo terrível incidente nas operações de minério de ferro da Samarco em Minas Gerais, Brasil, há pouco mais de uma semana. E temos permanecido muito tristes e preocupados com a comunidade da região.

Como amplamente divulgado e de forma procedente, eu já estive na região na semana passada com Jimmy Wilson, que como muitos de vocês sabem, é o nosso Diretor da área de Minério de Ferro. E as mortes e as devastações que eu e o Jimmy pudemos testemunhar pessoalmente no local e em torno da comunidade foi algo verdadeiramente doloroso. Foi importante, é claro, termos ido para lá para sabermos mais informações sobre a situação local, para que pudéssemos realmente nos familiarizar sobre a forma na qual a BHP Billiton poderá melhor ajudar, tanto agora como a longo prazo. Assim, passamos um tempo com muitas pessoas, certamente trabalhadores e a equipe de gestão da Samarco, prefeitos locais e alguns cidadãos, governadores de estado e a própria Presidente. E dissemos que poderiam ficar confiantes que ofereceremos à Samarco nossa resposta plena em termos de esforços de resposta à situação. Agora, isso mudará com o tempo, porém no momento o foco imediato deverá ser a segurança do que ainda permanece lá, as tentativas de resgate contínuo e o apoio humanitário. E acho que temos tido progresso, um forte progresso, em todas essas áreas.

Enquanto estivemos por lá conversando com todas essas pessoas, ouvimos histórias extraordinárias de imensa coragem, heroísmo e um verdadeiro compromisso com o esforço de resposta à situação. É de admirar esta coragem e resiliência que testemunhamos, principalmente da força de trabalho na Samarco, das comunidades afetadas e das equipes de socorro em função deste acontecimento horrível. A prioridade do momento, é claro, é o bem-estar dos funcionários e da comunidade local. Fiquei bastante encorajado com o suporte que vi a Samarco fornecer na área. A Samarco continua a fornecer alimentos, água e suprimentos de emergência para as comunidades locais. A empresa também continua a trabalhar com as autoridades mais afastadas ao longo do rio, para garantir o fornecimento de água limpa às comunidades que tenham sido afetadas por alguns dos rejeitos que atingiram o Rio Doce.

Mais de 600 pessoas perderam as suas casas neste trágico acidente e foram encaminhadas para hospedagem em hotéis ou pousadas. No momento a Samarco está consultando individualmente cada família para verificar se preferem ficar nos hotéis onde estão ou se preferem se mudar para casas alugadas. Mais de 300 propriedades potenciais para locação foram avaliadas e serão validadas pela própria comunidade antes das famílias se decidirem. As primeiras famílias foram na verdade transferidas para estas casas alugadas durante o final de semana.

Também fico satisfeito em dizer que as crianças de Bento Rodrigues e Paracatu, as duas maiores comunidades afetadas, voltaram para a escola hoje. E as aulas estão ocorrendo em Mariana. A Samarco garantiu que as crianças tivessem o mesmo professor e colegas de classe como antes do acidente, para que isso possa ajudar nesse processo de ajuste bastante doloroso.

Na BHP Billiton, reconhecemos que temos a responsabilidade de apoiar a Samarco e as autoridades locais no esforço de resposta humanitária. E garanto a vocês que estou absolutamente determinado a desempenhar plenamente a nossa parte na solução. Temos uma crescente equipe de solo, que faz parte da BHP Billiton, incluindo geotécnicos, equipes de socorro e peritos em resposta humanitária, executivos seniores de saúde e segurança, cientistas ambientais e muitas equipes de apoio. Eles estão trabalhando e continuarão a trabalhar com a Samarco, as comunidades, autoridades locais e a equipe da Vale, visando determinar quais recursos adicionais podemos fornecer para apoiarmos as autoridades locais e ainda os esforços de resposta da Samarco a longo prazo.

Saibam que já podemos confirmar que a Samarco assinou hoje um Termo de Compromisso Preliminar com promotores brasileiros em relação ao estado de Minas Gerais. E, de acordo com o Termo desse Compromisso, a Samarco garantirá a alocação de fundos no total de R$ 1 bilhão (em torno de US$ 260 milhões na cotação atual) voltados para um fundo emergencial. O Termo de Compromisso garantirá o financiamento de uma série de medidas de emergência, incluindo a prevenção, mitigação, recuperação e compensação dos impactos ambientais e sociais causados pelo incidente. A própria Samarco administrará o fundo emergencial em conjunto com o Ministério Público, o qual recebe os pontos de vista da comunidade e que também selecionará um auditor independente para supervisionar e auditar as despesas do fundo.

Podemos confirmar também que a Samarco assinou separadamente um Termo de Compromisso com as autoridades do Espírito Santo, visando combater problemas ao longo do rio e abrangendo medidas para prevenir e reduzir os impactos socioambientais do estado. E nesse local, o mais importante é que precisamos nos certificar de que haja abastecimento de água nas áreas afetadas, além da análise da qualidade da água na bacia do Rio Doce e a recuperação da fauna na área, que pode ter sido afetada por alguns dos rejeitos que atingiram o rio.

A BHP Billiton apoia plenamente a Samarco na tomada dessas medidas necessárias para permitir a recuperação das áreas afetadas o mais rápido e praticável possível. Sabendo que planejamos bem, é claro, também está sendo desenvolvido um plano de recuperação ambiental pela Samarco, com o apoio de um perito externo.

A Samarco continua a acompanhar as instalações de rejeitos impactadas, incluindo a barragem remanescente de Germano, e, em conjunto com peritos independentes e apropriados, a empresa está desenvolvendo um plano para estabilizar a área e reforçar as estruturas da barragem.

As operações de mineração da Samarco em Germano foram interrompidas imediatamente após o incidente e você ouvirá que a licença de funcionamento da Samarco foi suspensa. As operações permanecerão suspensas, enquanto as autoridades iniciam as investigações e enquanto planos de retificação das obras são desenvolvidos.

Os colaboradores da Samarco receberam uma licença remunerada e a Samarco está considerando as opções em relação à gestão da força de trabalho a longo prazo.

A Samarco, como operadora, fornecerá a vocês todas as notícias atualizadas à medida que avançarmos, bem como informará sobre os esforços de suporte. Serão fornecidas outras notícias atualizadas assim que mais informações estejam disponíveis.

No entanto, espero que entendam que, neste contexto, ao passo que participaremos de uma sessão de perguntas e respostas no momento, não teremos as respostas para todas as perguntas existentes lá fora. Porém desejo voltar a enfatizar que lamentamos profundamente pelo sofrimento pelo qual todos estão passando e poderão ainda passar em decorrência desta terrível tragédia. Mas, por favor, deixem-me ser claro: estamos 100 por cento comprometidos em fazer tudo o que pudermos para apoiarmos a Samarco à medida que a empresa trabalha na reconstrução das comunidades locais e na restauração do meio ambiente.

Subscribe to news alerts

No keyword(s) entered

Please ensure you enter a keyword and try searching again

Invalid email

Sorry, we are unable to subscribe you. Please ensure you have entered a valid email address and try again.

Subscription received

Thank you for subscribing to BHP Billiton news alerts. Please check your email for confirmation of your subscription.

Subscription confirmed

You have already signed up to our newsletter.

Loading the player...